Moses Sumney está a dias de completar græ, disco em duas partes com a primeira a levitar já entre nós desde Fevereiro. O sucessor de Aromanticism e de Black In Deep Red EP, mergulha profundamente nas muitas sombras do cinzento – não, não é esse – da existência recorrendo a uma palete de cores riquissima que escorre vida em cada arranjo, em cada nota e palavra.

Depois de “Cut Me“, “Virile“, “Polly” e “Conveyor” que Sumney lançou através de uma Moog Sound Lab session, o derradeiro esgar sonoro para a obra total é “Bless Me”, uma jóia rara e frágil que cresce lentamente em redor de uma cascata de instrumentos impressionante e épica.

græ sai a 15 de Maio pela Jagjaguwar. Vídeo de “Bless Me” por Josh Finck.