A música de dança actual não seria de todo a mesma coisa sem Gaspard Augé e Xavier de Rosnay, a dupla parisiense que assina sob o poderoso nome de Justice e que regressa agora a Portugal para completar o quadrado mágico dos quatro maiores festivais. Depois de se terem estreado por cá em 2012 no então Optimus Alive e de terem regressado um ano depois para o Festival de Paredes de Coura, os franceses repetem a dobradinha em 2018 com um concerto em Lisboa no Super Bock Super Rock que decorre nos próximos dias 19, 20 e 21 de Julho, isto depois de já terem estado no ano passado no NOS Primavera Sound, no Porto.

O disco de estreia dos Justice,  , saiu em 20017 pela Ed Banger – casa por onde se têm mantido ao longo de toda a carreira -, mas a dupla já não era uma mera desconhecida aquando do kickstart discográfico. Remixes para Fat Boy Slim, Daft Punk ou Simian Mobile Disco deixaram a banda nos olhos do mundo e o primeiro single, “Waters Of Nazareth”, editado em 2007, na ponta da agulha de gente como Eddy Temple-Morris, Tiga e 2 Many DJ’s.

Duas interrupções na carreira e dois discos imensos a cada regresso definiram os Justice como uma das maiores forças electrónicas contemporâneas, muito graças ao perfeito moldar de uma sonoridade perfeitamente francesa e retro a uma vertigem sonora clonada do rock, aliados a uma proximidade tanto musical como cénica ao universo independente. Audio, Video, Disco, o segundo álbum, saía em 2011 e era apresentado com “Civilization” e em 2016, chega Woman, o terceiro longa-duração que a banda vem agora apresentar a Lisboa e do qual foram já retirados os vídeos de “Randy”, “Alakazam“, “Fire” e o controverso, “Pleasure”, que podem ver em baixo.

Os Justice juntam-se assim a The xx, Baxter Dury, Sevdaliza, Lee Fields & The Expressions, Slow J e Torres na 24ª edição do SBSR e tocam no dia 19 de Julho no Palco Super Bock.

Justice no Palco Super Bock do SBSR’18

Justice no Palco Super Bock do SBSR’18