Os They Might Be Giants atingiram no ano passado a respeitosa marca de 35 anos de carreira. Sem terem transposto muitas vezes a fronteira que sempre os separou de públicos maiores, o estatuto de banda lendária e influenciadora ninguém lhes tira e os nova-iorquinos chegam a 2018 a lançar música nova e com um novo álbum prestes a rodar.

Um dos nomes mais notáveis do rock quirky, desengonçado e feliz de uma forma muito peculiar, os They Might Be Giant revelam agora “All Time What”, uma canção que não foge ao tom powerpunkish dos Weezer a roçar de forma muito subtil as idiossincrasias dos Pixies, nem renega à mesma sensibilidade retro de tantas outras canções que já compuseram. E embora tenha aquele remate bem disposto alinhavado com saxofones ocasionais, a verdade é que a música fala de uma relação que termina e de things that fall appart.

Depois do Elton Johnish “I Left My Body”, publicado em Outubro, “All Time What” é mais um avanço para I Like Fun, o vigésimo álbum do percurso dos norte-americanos, que sai dia 19 de Janeiro. As canções que integram o disco derivam todas do A Dial-Song, uma rubrica semanal da banda na qual todas as semanas é revelado um novo tema. O disco conta com co-produção de Patrick Dillett, que trabalha regularmente com St. Vincent e The National.