Nos primeiros versos da célebre canção brasileira “Sangue Latino”, interpretada pelos eternamente mascarados Secos & Molhados, há que “os ventos do norte não movem moinhos”. Mesmo estando muito distantes do lado norte, os Far From Alaska são um dos principais expoentes do rock independente brasileiro da atualidade e um dos mais respeitados além das fronteiras das terras brasilis.

A banda foi formada em 2012 na cidade de Natal, numa região escaldante do nordeste brasileiro. A qualidade musical do grupo desbravou caminhos para apresentações em renomados festivais ao sul, como Festival Bananada de Brasília, Planeta Terra Festival e Lollapalooza São Paulo. Caminharam também rumo ao norte para apresentações no gigante SXSW de Austin, nos Estados Unidos e fizeram o percurso pelo leste em direção à Europa na última edição francesa do Download Festival em Paris, percorrendo incontáveis milhas pelos maiores festivais do planeta.

Os Far From Alaska lançaram então o primeiro disco de nome Modehuman em 2014, e o segundo álbum intitulado Unlikely será editado ainda este ano. O trabalho foi produzido via crowdfunding e gravado no The Foundation Soundstage, em Ashland (Oregon, EUA), com a renomada produtora Sylvia Massy que já trabalhou com artistas como Björk, Blur, Pavement, Tool e Sonic Youth. A música independente ao sul da linha do equador está beneficiando da proposta, das ferramentas e do modelo de produção e captação de recursos via financiamento coletivo, o que viabiliza trabalhos alternativos, com liberdade de criação dentro da cena musical brasileira. A independência é na produção, na proposta e na música.

O novo single “Cobra” e o primeiro avanço da banda brasileira é um prelúdio do que os Far From Alaska apresentarão com o lançamento do disco Unlikely: esta é uma composição com riffs potentes e limpos, com a pujança da bateria a marcar um garage stoner vincado com a voz da figura marcante de Emmily Barreto. A música mexe com o ritmo do corpo, pulsa com a respiração, cria quentura no refrão. Resta escutar, aproveitar e aguardar o lançamento vindo dos ventos fortes, quentes do norte com Unlikely, que será editado a 4 de agosto.

Like a red spitting cobra
A red spitting cobra