Eles dizem que não podem desistir e ainda bem porque o primeiro single dos The Vaccines para o novo disco, que tinha sido já tornado público logo nos primeiros dias do ano, é tudo aquilo que se podia esperar. Soalheiro como um típico brit surfista, com as guitarras na fila da frente, com o dancefloor de qualquer monte de terra com as condições mínimas para fazer um summerfest debaixo dos pés e a descomplicação e o descomprometimento vocal que lhes deu uma legião de fãs um pouco por todo o lado com os dois primeiros discos, What Do You Expect From The Vaccines de 2011 e Come Of Age de 2012 – sim, English Graffiti não correu assim tão bem, pois não? Pelo menos, foi uma aventura diferente.

“I Can’t Quit”, o tal avanço primeiro para o álbum que aí vem, passa agora para a segunda fase habitual: o vídeo. E o que traz o vídeo? Traz os The Vaccines de camisas havaianas – oh eles a quererem ser surfistas -, nas ruas tipicamente mediterrâneas da Sardenha envolvidos num qualquer esquema mafioso que decididamente não acaba muito bem para o lado de Justin Hayward-Young, Freddie Cowan, Árni Árnason, Timothy Lanham e Yoann Intonti. Podem contar com nódoas negras e algum sangue… não muito.

Sobre a canção e o vídeo a banda aponta que,

The song is really simple, confident and fun and we wanted our role in the video to reflect that. But we also wanted the video to represent these vicious cycles that we often get ourselves into but have no control over – they can feel confusing, isolating and violent. and we liked the idea of juxtaposing that energy and emotion with beautiful exteriors and a warm environment. I think its easy to forget sometimes that bad things can happen in beautiful places.

Combat Sports, o quarto registo LP dos The Vaccines, sai a 30 de Março pela Columbia Records.