Dos The Libertines aos Puta Madres com os Babyshambles pelo meio, Peter Doherty tem sido uma figura incontornável da cena independente e boémia britânica com poucos personagens a conseguirem fazer-lhe frente nas polémicas e nos incontáveis episódios com álcool e drogas. Mas reduzir o brilhantismo do músico de Northumberland ao lado negro das suas forças seria menosprezar a capacidade ímpar de escrever canções de linhagem punk e folk e, na verdade, muito pop.

A mais recente aventura de Doherty são mesmo os Puta Madres que editaram no ano passado o disco de estreia Peter Doherty & The Puta Madres. Agora, quase um ano da edição do álbum – saiu a 26 de abril de 2019 -, a banda disponibiliza um minidocumentário que mostra de forma diferente as gravações do disco quase assemelhando-se a uma sequência gigantesca de fotografias.

All At Sea foi feito por Roger Sargent, fotografo musical e videógrafo com quem Pete tinha já trabalhado nos Libertines. Filme para ver aqui em baixo.