Annie Clark tem feito, ao longo dos últimos meses, uma espécie de digressão pelos Estados Unidos, composta por sessões acústicas – contam-se, entre outras, visitas aos estúdios da Tiny Desk, da NPR ou da KCRW -, mas a apresentação que St. Vincent fez, em meados de Janeiro, para a KEXP, talvez seja das mais bonitas até agora divulgadas.

Por entre pequenas histórias e confissões, a norte-americana desfiou três temas de Masseduction, o seu último álbum, editado em Outubro do ano passado, a que somou uma das faixas mais emblemáticas de Strange Mercy, de 2011.

A “Cruel”, juntaram-se “New York”, “Los Ageless” e “Slow Disco”, num set gravado a 19 de Janeiro e recebeu a voz cristalina de St. Vincent, acompanhada apenas de uma guitarra.