Strand Of Oaks regressou este ano aos discos com Hard Love, o sucessor de HEAL, de 2014 que trouxe em Fevereiro, na mala da sua carrinha de caixa aberta, viagens pelas paisagens urbanas de solo fértil em fusões sonoras do rock rebelde e narcótico de Manchester, das tristezas arrancadas do cinzentismo de Glasgow e de um retro-blues clássico, tudo muito bem acorrentado com a crueza dos anos 90, brotado principalmente de Terras de Sua Majestade e replicado em tantas outras.

Agora, Timothy Showalter anuncia para o início do ano o lançamento de Harder Love, um álbum que serve de registo áudio oficial não só de versões alternativas para temas editados no seu último longa-duração como também de canções que datam das mesmas sessões de gravação do disco e que acabaram por ficar de fora do alinhamento.

Uma das novas canções, “Passing Out”, vê Strand Of Oaks desligar o coro de guitarras que articula Hard Love e a sonoridade de praticamente todos os seus discos da corrente e leva-o pelos trilhos mais rurais e tradicionais do seu Midwest natal, numa atmosfera semelhante ao cancioneiro de riffs solitários conduzidos de janelas abertas e brisas vespertinas da América de SpringsteenThe War On Drugs, Ryan AdamsPetty.

Harder Love sai a 19 de Janeiro pela Dead Oceans e será lançado com 9 temas numa edição limitada em vinil de 500 exemplares e com 11 na sua versão digital.

About The Author

globetrotter, infografista frustrada, seinfeldo-dependente, apreciadora de aviões, perfeccionista ocd e com vários títulos académicos em factos irrelevantes.

Related Posts