The Slow Rush tem apenas pouco mais de um mês, mas Kevin Parker aproveitou a fase de lockdown at home para se atirar ao disco dos Tame Impala e dar-lhe um novo… uhmmm, som? ambiente? profundidade? Bom, só mesmo ouvindo para perceber, mas o quarto álbum dos australianos parece ganhar um som distante e abafado como se fosse ouvido estando efectivamente fechado em algum espaço ou a largos quilómetros de distância.

A notícia foi dada através do Instagram da banda, numa publicação que podem ver em baixo logo a seguir ao vídeo completo do novo The Slow Rush In An Imaginary Place. Parker sugere que seja ouvido com headphones de forma a exponenciar a experiência.