Depois de sete dias onde um pouco de tudo aconteceu no nosso cantinho à beira-mar sonorizado – quem diria que o Fado, Futebol e Fátima ganharia mais um F e Portugal um novo Salvador -, celebramos o começo de um novo ciclo com a escolha das nossas canções favoritas da semana que passou. Esta é a nossa banda sonora e a matéria-prima com a qual trabalhamos.

Não podemos fugir ao novo disco de Nick Murphy e à oficialização do regresso aos álbuns dos The National mas os novos discos, temas e vídeos de Mando DiaoSundara KarmaNadine ShahMewDaniel Brandtalt-JCloud ControlOf MontrealPerfume GeniusMarika HackmanGirlpool, Archive e Bleachers são parte indelével de uma semana rica em nova música. Não esquecendo claro, Thurston Moore, o senhor da foto.

Do lado das descobertas está o shoegaze bhangra dos ingleses Is Bliss, o duo exclusivamente de baterias das Rattle, a doçura pop reminescente dos 2DCC dos Twinsmith, a beleza fílmica da holandesa Hebe, o evil shoegaze dos The Janitors, a simplicidade dos Big Thief que apaixonou Sharon Van Etten, o riot das guitarras dos Breakfast Muff, a leveza instrumental e deslumbrante de Eerie Gaits a.k.a. Wild Pink, a que se juntam as estruturas desviantes da insane-pop dos Tiny Hazard.

Ainda o post-country de sorriso indie-pop dos Ratboys, o dream-rock de guitarras cortantes dos Wilding, o girl power das Chastity Belt, a nova banda de Butch Vig dos Garbage – os 5 Billion In Diamonds -, a incategorizável pop electrónica de K.Flay, o sad-core tocante de Good Good Blood, o tecno fantasmagórico de retalhos espectrais melódicos e frios mas sempre pop de Kelly Lee Owens, o synth enorme de Jaymes Young, o rock que esconde r&b de Aaron Taos, o poder teatral da suavidade electrónica de Rodes Rollins, a sombria imensidão synth dos PLGRMS e a singularidade nórdica de Eivør.

Boa semana e..

Have fun, Tgalz and Tboyz,
Pedro Miguel Alexandre