Três anos volvidos sobre Eclipse, o terceiro e até agora último longa-duração de George Lewis Jr., o dominicano anuncia o regresso aos discos com uma dose dupla de canções, depois de um silêncio que durava desde 2015, altura em que um acidente com os restantes membros da banda no tour bus em que seguiam, o obrigou a ser submetido a uma cirurgia reconstrutiva numa das mãos, e que no imediato o levou a cancelar a restante digressão.

A primeira canção, “Saturdays”, traz consigo um dueto com as irmãs HAIM e deve a sua sonoridade a uma espécie de cruzamento entre o electropop grandioso de Confess, de 2012, e uma maior quietude por que se pauta, em linhas gerais, Eclipse, de 2015. Enquanto “Saturdays” se cose com linhas bastante familiares no que respeita à ambiência sonora de Twin Shadow, o outro tema revelado, “Little Woman”, faz incidir uma luz menos habitual sobre o músico, ao exibir um passo mais solene e titubeante, com um riff grave de sintetizador a marcar-lhe um pulso elegante, e ao mesmo tempo lento e misterioso.

Sobre o álbum, George confessa:

Sometimes I feel like I have to take a fall to essentially get to the next phase of my life. It’s happened over and over. I’ve been through so many musical phases and through so many relationships with friends and lovers. I always feel like I’m standing on the edge of a cliff, looking down and thinking, ‘This is the only way forward: onto the next thing.’ It’s sort of destructive, but I guess I thrive on rebirth. The patriarchy is falling apart. Our perceptions of who we are as human beings, because of technology and machines, are falling apart. We’re living at a breaking point, and a lot of the themes on the album are talking about these fault lines.

Caer será o quarto registo de estúdio de Twin Shadow, que fez a sua estreia discográfica em 2010 com o álbum Forget, e terá lançamento a 27 de Abril pela Warner Bros Records. George Lewis Jr. andará em digressão nos próximos meses pelos Estados Unidos e México com Beck e com os alt-J.