O reflexo de lua cheia numa poça morta no chão, um truque de luz desmistificado por um personagem vagueando na esperança de possuir o poder sinergético de alterar o estado de consciência em cada alma que os seus olhos vislumbram. Observa de fora, acredita que é capaz de despoletar em cada corpo humano o sentimento frugal de estar vivo, um sentimento que parece distante de todos os que o rodeiam, incluindo ele próprio. Só tocando em cada um dos presentes sente nele essa mesma razão, essa mesma vivacidade. No entanto, a poça morta é só um reflexo de lua cheia, e a lua cheia é por si só um reflexo numa poça morta. Um truque de luz. Um truque de luz que o leva ao seu caminho, quer seja ele bem ou mal sucedido. Foi assim que os irlandeses Conor O’Brien e Bob Gallagher decidiram vestir de forma visual o mais recente tema de Villagers, “A Trick of the Light”.

O tema é o primeiro avanço do agora anunciado quarto álbum de estúdio da banda, The Art of Pretending To Swim, e após o íntimo Darling Arithmetic, lançado em 2015, Conor segue o seu próprio trilho com uma abordagem requintada e próxima do multifacetado álbum de estreia Becoming A Jackal, de 2010, e de Awayland, de 2013. Sempre com uma atenção especial pelo detalhe e pela procura de novos elementos, Villagers permite que a riqueza rítmica e plena de alma se consolidem por entre as melodias folk, tão acessíveis quanto apaixonantes.

The Art Of Pretending To Swim tem data de lançamento prevista para 21 de Setembro, pela Domino. O disco foi gravado, misturado e produzido pelo próprio Conor O’Brien, no seu estúdio em Dublin. O single de apresentação pode ser ouvido aqui, bem como o vídeo oficial com os seus truques de lua e luz.

The Art Of Pretending To Swim
01. Again
02. A Trick Of The Light
03. Sweet Saviour
04. Long Time Waiting
05. Fool
06. Love Came With All That It Brings
07. Real Go-Getter
08. Hold Me Down
09. Ada