A lista é exaustiva demais e continua. Cada vez mais choruda a cada nome. Este autêntico desfile da nata nacional e internacional vai todo passar por Portugal entre abril e junho, mais especificamente pelo gnration em Braga e a Zé dos Bois em Lisboa que anunciaram, recentemente, a programação trimestral da sua primavera.

Assim, entre outros, será possível contar por cá com White Fence, referência do rock’n’roll de nova geração, nos dias 29 e 30 de maio, em Lisboa e em Braga respectivamente. De resto, no norte, o projecto de Tim Presley estará acompanhado por Steve Gunn, outro repetente da última edição do Vodafone Paredes de Coura (onde curiosamente, tocaram no mesmo dia, também), que no dia seguinte (31) descerá à capital para um espectáculo na ZdB. Entretanto, quase um mês antes, a 27 de abril e no mesmo espaço, os marinheiros-engenheiros MEDEIROS/LUCAS atravessam o atlântico desde a onírica paisagem açoriana para apresentar Terra do Corpo, sucessor de Mar Aberto.

Algum tempo depois, a Galeria recebe D∆WN, nome forte do r’nb marginal, para um concerto a 16 de junho. Logo a seguir, passamos do ritmo, do blues e da soul, para algo que ainda assim contêm bastante dos três. É o regresso dos Kikagaku Moyo, precisamente no mesmo local que os acolheu na estreia lusa há quase um ano atrás. O concerto, onde possivelmente se escutarão alguns temas do novo disco House in Tall Grass, está agendado para 19 de junho.

Recuando uma série de dias e voltando a subir na geografia, destaca-se também o regresso de Föllakzoid a Portugal que será feito em Braga a 17 de junho e constituirá uma oportunidade para o grupo psicadélico chileno apresentar o seu mais recente álbum III. No regime das estreias, temos Kirk Knight, jovem prodígio do hip-hop nova iorquino (nasceu em 1995) e habitual colaborador de, entre outros, o muito badalado Joey Bada$$. Knight estará na Zé dos Bois a 9 de abril. No mesmo dia, Josephine Foster apresenta-se em Braga, no Salão Nobre do Museu dos Biscaínhos, para um concerto especial limitado a 100 ingressos.

Também ainda alheios ao sol lisboeta estão os Tomorrow’s Tulips, uma das mais recentes flores a brotar em força do jardim da afamada Burger Records. O seu rock psicadélico ligeiro, ao estilo arrastado e colorido do bom flower power 60’s irá encantar a ZdB a 26 de maio e com eles trazem a vibe igualmente surf e airosa dos lisboetas Mighty Sands. De volta ao norte, no gnration outra vez, atenção para a vinda dos Capitão Fausto, a 14 de junho, onde debitarão novidades provenientes do terceiro output, sugestivamente apelidado de “Capitão Fausto têm os dias contados”. Serão ainda acompanhados por B Fachada, que aproveitará a ocasião para também ele apresentar novas canções.

Para que não haja confusões, seguem as programações completas de ambas as salas:

gnration

  • Josephine Foster, 9 de abril
  • Capitão Fausto + B Fachada, 14 de maio
  • Föllakzoid, 17 de junho
  • White Fence + Steve Gunn, 30 de junho

Zé dos Bois

  • Tiago Sousa (apresenta Um Piano nas Barricadas), 24 de março
  • Gabriel Ferrandini (Mundo Endurance, Volúpia das Cinzas), 30 de março
  • Old Jerusalem (apresentam A Rose is a Rose is a Rose), Manuel Dordio, 2 de abril
  • Calhau! (apresentam Ú) + Primeira Dama, 8 de abril
  • Kirk Knight, 9 de abril
  • Jacco Gardner com Helena Espvall, 14 de abril
  • Capicua, 21 de abril
  • MEDEIROS/LUCAS (apresentam Terra do Corpo), 27 de abril
  • Hey Colossus, 28 de abril
  • Glenn Jones, Pedro Gomes, 5 de maio
  • Geneva Jacuzzi + Jejuno, 19 de maio
  • Tomorrow’s Tulips + Mighty Sands, 26 de maio
  • White Fence, 29 de maio
  • Steve Gunn 31 de maio
  • Dawn Richards, 16 de junho
  • Kikagaku Moyo, 19 de junho